sábado, 17 de novembro de 2007

Natal portuense

Pois é... o Natal já chegou à minha terra!
Foi hoje iluminada a maior àrvore de Natal da Europa... São 76 metros de altura, 280 toneladas de ferro, 2.4 milhões de microlâmpadas, 13 mil lâmpadas de bolinha, 28 mil metros de magueira e 500 metros de neon.
Mas de que valem estes números? Aquilo é bonito e chega!


E o video do momento da iluminação (peço imensa desculpa pela inclinação da camera mas na altura pareceu boa ideia!)

E o Porto precisa destas coisas... Quem cá mora sabe que a baixa morre à noite. Lá para as 19 horas a cidade torna-se num local fantasmagórico. As lojas fecham, os cinemas já há muito fugiram para a periferia... Com estas iniciativas de revitalização as pessoas do Porto voltam ao seu território! Mesmo quem nasceu e sempre viveu na periferia sente que a cidade é sua e precisa de ser reavivada.

Ainda dentro destas iniciativas relativas à época natalicia está na Praça dos Poveiros um conjunto de insufláveis para os pequenitos e na praça D João I uma pista de gelo artificial!

Visitem o centro da cidade!

Vemo-nos pela pista de gelo...

2 comentários:

paula disse...

é....lindo de morrer e os nossos impostos para pagar..isso..tambem é lindo é ..mas isso não interessa nada o que interessa é fazer de conta que somos GRANDES e quem sabe até entramos p'ro Guiness verdade...e ops depois volta tudo ao mesmo..à escuridão e ao vazio das ruas...os impostos é que continuam ser pagos será p'ras luzinhas do próximo natal...que será ainda maior, claro está, valha-vos...a todos

NM disse...

Paula agradeço desde já a sua visita.
Em relação à sua opinião respeito mas tenho que dizer que não concordo totalmente... Algo do que disse é verdade, realmente num país como o nosso deviamos estar mais concentrados em recuperar de outras lacunas MAS não nos podemos esquecer da felicidade que estas coisas nos trazem... Nem podemos andar a fazer sacrificios todos os dias... De vez em quando sabe bem uma ou outra extravagância. Um luxo para nos lembrarmos do que ainda conseguimos fazer.
Vi muita gente nos Aliados emocionada com o que viu... Gente que provavelmente chegou a casa e só encontrou vazio e tristeza... Ali encontraram uma coisa bela para admirarem, para gostarem, para terem como seu. Não podemos desvalorizar este pão que se dá ao povo... Pode até ser uma felicidade oca e passageira mas é a única que muita gente pode sentir. E logo nestas alturas do ano...

Em relação ao pagamento da àrvore em si... Não tenho acesso aos números mas se reparar na base estão reclames associados ao Millenium BCP. Em principio eles devem ter pago a totalidade da conta. O mais certo até é o espaço ter sido alugado à câmara municipal e estar agora ocupado até janeiro. Custando assim zero ao erário público... (muito pelo contrário a câmara até ficará a ganhar) Assim aconteceu com as obras dos clérigos e agora do palácio da bolsa.

Espero que volte... E que tenha uma bela quadra natalicia sem ter de pensar demasiado no mal que por aí anda.

Divirta-se carago!