segunda-feira, 14 de abril de 2008

Sabes...

...não voltou a amanhecer tão luminoso um dia dos meus como aquele recentemente nosso no qual o quarto em forma de prisma aguçado se iluminava pela luz baça filtrada pela janela suspensa por cima das nossas almofadas e pelo teu ombro descoberto que por estar tão perto da minha boca teve de levar uma mordidela e um beijo de bom dia.
O Sol é o mesmo cá como foi lá. É substituível.
Os teus ombros é que me faltam.

2 comentários:

aminhamaneira disse...

Então mas a falta de vírgulas deve-se a algum novo acordo ortográfico que desconheça?!...

...sim, eu sei! liberdade criativa! eh pá, mas quem me tira as vírgulas tira-me muito...

Esses amanheceres parecem-me bem catitas...
;)

NM disse...

Pois é... Eu até costumo "virgular" mais os textos... Demais até!

Mas desta vez apeteceu-me fazer assim...

E sim... são uns belos de uns amanheceres!